Resumen

O estudo da relação das crianças com a televisão pode incidir quer na vertente das audiências, nomeadamente, dos públicos infantis, quer na vertente da televisão e do sistema televisivo. O presente trabalho focaliza-se na segunda dimensão. Depois de nos termos detido, noutros estudos, sobre o contexto da recepção, quisemos analisar o contexto da programação e da difusão televisiva. Atendendo a que um dos factores que condiciona o uso da televisão reside nos programas oferecidos, consideramos fundamental estudar também o lado de lá do ecrã para conhecer o que é pensado, concebido e emitido especificamente para o público mais jovem. Neste sentido, realizámos uma pesquisa sobre as ofertas e os critérios de programação para a infância dos canais generalistas portugueses, no período compreendido entre 1992 e 2002. Neste estudo recorremos a uma metodologia assente em abordagens quantitativas e qualitativas.

Texto completo

The PDF file did not load properly or your web browser does not support viewing PDF files. Download directly to your device: Download PDF document
Back to Top

Document information

Published on 30/09/05
Accepted on 30/09/05
Submitted on 30/09/05

Volume 13, Issue 2, 2005
DOI: 10.3916/25697
Licence: CC BY-NC-SA license

Document Score

0

Views 0
Recommendations 0

Share this document

Keywords

claim authorship

Are you one of the authors of this document?