Abstract

Mastros metalicos de inercia variavel tem sido utilizados como estruturas de suporte de torres de iluminaçao e de comunicaçoes, para alturas superiores a 30 metros. Formulam-se as respostas permanentes e naopermanentes dos mastros às pressoes devidas ao vento. Para mastros flexýveis é necessario analisar o comportamento dinamico amortecido do modo fundamental, induzido pelo vento. Tambem deverao ser considerados os momentos de 2a ordem, incluindo os designados efeitos P − ∆, na análise da capacidade resistente dos mastros. Esta análise inclui carregamento axial e lateral, distribuicoes nao homogéneas de pesos próprios associadas a inércia variável em altura, e ainda disposiçoes regulamentares relativas a imperfeiçoes iniciais de fabrico. Inclui-se um exemplo de acordo com o EuroCódigo-3, pormenorizando o cálculo da capacidade resistente por consideraçoes de instabilidade à encurvadura.

Full document

The PDF file did not load properly or your web browser does not support viewing PDF files. Download directly to your device: Download PDF document
Back to Top

Document information

Published on 30/06/02
Accepted on 30/06/02
Submitted on 30/06/02

Volume 18, Issue 3, 2002
Licence: CC BY-NC-SA license

Document Score

0

Views 64
Recommendations 0

Share this document

claim authorship

Are you one of the authors of this document?