Abstract

O objeto desta pesquisa é o impacto das tecnologias disruptivas na mobilidade urbana devido, principalmente, aos veículos sem motorista e à mobilidade compartilhada. Com a adoção das tecnologias disruptivas, o objetivo geral é propor desenhos urbanos em função da redução da infraestrutura viária, visando a qualificação dos espaços públicos e a mobilidade urbana mais sustentável, de modo a fomentar os percursos a pé, de bicicleta, em transporte coletivo e em viagens compartilhadas, além de facilitar a intermodalidade dos deslocamentos. A adoção das tecnologias disruptivas também contribui para a redução de acidentes, para o aumento da mobilidade e da sua eficiência operacional, bem como para o favorecimento das pessoas que não dirigem, das que possuem limitações etárias, físicas ou motoras. Essas alterações vão impactar as cidades existentes e devem ser consideradas em projetos futuros, dentro de uma nova realidade. Sendo assim, os objetivos específicos consistem em: elencar as diretrizes para o redesenho urbano; estabelecer critérios para embasar a seleção do contexto urbano e da área de intervenção; selecionar e analisar parâmetros e indicadores de diferentes contextos urbanos; estimar a redução da infraestrutura viária; efetuar o levantamento da área de intervenção; analisar se as porcentagens de redução da infraestrutura viária obtidas nos levantamentos validam o intervalo anteriormente estimado, entre 15% e 25%; elaborar proposições para o cenário futuro e verificar se estas atendem aos objetivos inicialmente propostos. A hipótese é que o impacto das tecnologias disruptivas na mobilidade urbana, em função da redução da infraestrutura viária, tem potencial para inovações no desenho da cidade, visando a qualificação dos espaços públicos e a mobilidade urbana mais sustentável. O método é indutivo, por meio de levantamentos de dados secundários na literatura e em diferentes bases de dados, e dedutivo, por meio de proposições para o cenário futuro e os seus consequentes impactos no desenho urbano. Com essas proposições foi possível verificar que as porcentagens de redução da infraestrutura viária validam a estimativa inicial para o contexto local, sendo que a área liberada pela redução da infraestrutura viária - 21,8% na área foco, no distrito da Liberdade, em São Paulo, e 22,8% na área de referência, nos distritos da Bela Vista, da Liberdade, do Jardim Paulista e da Vila Mariana, em São Paulo - pôde ser convertida em outros usos, contemplando as principais diretrizes encontradas na literatura. Considerando-se os resultados obtidos, entende-se que os objetivos foram atingidos, bem como a hipótese comprovada, uma vez que as proposições demonstram o potencial de transformação do desenho urbano existente em prol da qualificação dos espaços públicos e de uma mobilidade urbana mais sustentável. The subject of this research is the impact of disruptive technologies on urban mobility mainly due to driverless vehicles and shared mobility. With the adoption of the disruptive technologies, the general objective is to propose urban designs due to the reduction of road infrastructure, aiming at the qualification of the public spaces and the more sustainable urban mobility, in order to foster walking, cycling, public transportation and transportation in shared travel, as well as facilitating the intermodality of travel. The adoption of disruptive technologies also contributes to reducing accidents, increasing mobility and its operational efficiency, as well as favoring people who do not drive, those with age, physical or motor limitations. These changes will impact the existing cities and should be considered in future projects within a new reality. Thus, the specific objectives are: to list the guidelines for urban redesign; establish criteria to support the selection of the urban context and the intervention area; select and analyze parameters and indicators of different urban contexts; estimate the reduction of road infrastructure; carry out the survey of the intervention area; analyze whether the percentages of road infrastructure reduction obtained in the surveys validate the previously estimated range, between 15% and 25%; elaborate propositions for the future scenario and verify if they meet the objectives initially proposed. The hypothesis is that the impact of disruptive technologies on urban mobility, due to the reduction of road infrastructure, has the potential for innovations in city design, aiming at the qualification of public spaces and more sustainable urban mobility. The method is inductive, through secondary data surveys in the literature and in different data bases, and deductive, through propositions for the future scenario and its consequent impacts on urban redesign. After these propositions it was possible to verify that the percentages of road infrastructure reduction validate the initial estimate for the local context, in Sao Paulo, and the area released by the road infrastructure reduction - 21.8% in the focus area at Liberdade district, in Sao Paulo, and 22.8% in the reference area at Bela Vista, Liberdade, Jardim Paulista and Vila Mariana districts, in Sao Paulo - could be converted to other uses, contemplating the main guidelines found in the literature. Considering the results obtained, it is understood that the objectives were achieved, as well as the hypothesis was proven, since the propositions demonstrate the potential for transformation of the existing urban design in favor of public space qualification and a more sustainable urban mobility.


Original document

The different versions of the original document can be found in:

http://dx.doi.org/10.11606/t.16.2020.tde-04022020-175103
http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16132/tde-04022020-175103/pt-br.php,
https://academic.microsoft.com/#/detail/3014989453
Back to Top

Document information

Published on 01/01/2019

Volume 2019, 2019
DOI: 10.11606/t.16.2020.tde-04022020-175103
Licence: CC BY-NC-SA license

Document Score

0

Views 0
Recommendations 0

Share this document

claim authorship

Are you one of the authors of this document?